Pages

Subscribe:

Ads 468x60px

Tecnologia do Blogger.

quarta-feira, 21 de março de 2012

Parabéns, Roseira!

Parabéns, Roseira, pelo seus 47 anos em 21 de março!
Cidade de Roseira, nome originário da rosa branca que nascia às margens do Caminho Real
RoseiraRM Vale: subregião de Guaratinguetá
Aniversário: 
21/03/1965
Padoreiro: 
Sant’Ana (26/07)
Idade: 
47 anos (em 2012)
Roseira traz em sua história as pegadas deixadas pelo Caminho Real que ligava São Paulo ao Rio de Janeiro no século XVIII.
Seu nome vem do bairro “Roseira” que fica às margens do Caminho Real.
Seu nome originou-se das rosas silvestres que estavam às margens desse caminho.
Rosas na cor branca e a trepadeira “mariquinha” que cobriam as cercas e as divisas das propriedades, como escreveu o professor Francisco de Paula Santos em manuscrito que se encontra na Biblioteca do Museu dos Ciclos Sócios Econômicos do Vale do Paraíba.
O povoado surgiu em torno da Capela de Nossa Senhora do Rosário, hoje Nossa Senhora da Piedade.
Entre 1780 e 1840, o município foi um centro produtor e exportador de açúcar, aguardente, milho, feijão, arroz, farinha de mandioca, fumo, algodão e azeite de mamona.
Após esse período os engenhos de açúcar foram transformados em fazendas de café.
Novamente, houve substituição da economia para a pecuária leiteira por volta de 1920.
Nas décadas seguintes chegam os imigrantes italianos, franceses, japoneses, espanhóis, com o plantio de arroz, legumes e verduras.

Prefeito: Marcos de Oliveira Galvão e Vice: Fernando Augusto Siqueira
Já pertenceu ao município de Guaratinguetá e Aparecida.
Com a construção da estação ferroviária em área em frente ao povoado de Roseira Velha, em 1876,  o antigo bairro declinava para o surgimento da atual cidade de Roseira, então bairro de Guaratinguetá.
Com a criação do município de Aparecida (1928), desmembrado de Guará, incluía-se no novo município o bairro de Roseira.
Somente em 1963, fora criado o município de Roseira, desmembrando-o de Aparecida.

Vamos conhecer alguns pontos turísticos da Cidade?

Na Fazenda Boa Vista vistie o Ecomuseu e o Pátio das Artes
Fazenda Boa VistaA Fazenda Boa Vista é uma reserva ecológica em Roseira Velha.
É um posto avançado da reserva da biosfera da Mata Atlântica – título concedido pela UNESCO.
Desde 1973, a fazenda desenvolve eventos ligados à cultura e à preservação do meio ambiente. As antigas senzalas, as tuhas e o pátio da Fazenda Boa Vista passaram a abrigar o “Pátio das Artes”, espaço dedicado a manifestações culturais, que já foi palco de lançamento de livros, exposições de artes, entre outros eventos.
Nos últimos trinta anos, a Fazenda Boa Vista também desenvolve um trabalho de recuperação da Mata Atlântica, resultando em uma extensa vegetação, que mostra a riqueza da flora valeparaibana, associada à beleza da biodiversidade da Mata Atlântica.
Ecomuseu – Fazenda Boa VistaUm museu a céu aberto para conhecer atrativos como o Tanque das Negras, as Rochas Graníticas, Árvores Centenárias (Figueira do Imperador), Chafarizes e ainda todo o seu conjunto de entorno em meio à natureza.
Pátio das ArtesPátio das Artes se encontra nas dependências da Fazendo Boa Vista em Roseira Velha e tem como finalidade a promoção de eventos culturais numa área com capacidade para 300 pessoas e infra-estrutura adaptada para as programações culturais que acontecem esporadicamente em espaços como a antiga senzala e tulha da Fazenda.

Igreja Matriz Sant’AnaA Igreja foi construída em 1878 e reformada em 1994.
Tem estilo moderno.
Sua construção se deve ao Major Victoriano de Barros que, ao oferecer suas terras para a construção da Estação Ferroviária Central do Brasil, se prometeu em construir no entorno uma Igreja e algumas casas.
Capela Nossa Senhora da PiedadeAntiga Capela de Nossa Senhora do Rosário onde a partir de 1840 iniciou-se a cafeicultura e a conseqüente povoação do Caminho do Imperador (Roseira Velha). Hoje a capela se titula Igreja Nossa Senhora da Piedade.

Mosteiro Sagrada Face dirigido pela Congregação dos Oblatos de Cristo Sacerdote
Mosteiro da Sagrada FaceO Mosteiro é de propriedade da Congregação dos Oblatos de Cristo Sacerdote.
Foi fundado em 1970, em estilo medieval e representa a réplica de um castelo italiano.
É um lugar muito agradável, e conta com uma boa infra-estrutura, com estacionamento próprio, sanitários, refeitório e loja de souvenirs.
Recebe grupos de fiéis de toda a parte do Brasil através de agendamento prévio.
A visita é gratuita e o visitante tem a oportunidade de assistir as missas que acontecem aos finais de semana.
No interior de sua Igreja é possível ver imagens trazidas da Europa e ainda o maior atrativo do Mosteiro, a exposição do Milagre da Sagrada Face.

Praça Sant’AnaLocal de dimensão média possui coreto, estacionamento, bancos, jardins, árvores e localizado em área pública, onde se realiza a festa da padroeira da cidade “Sant’Ana”.
Praça Papa João Paulo II Vila PradoLocal amplo possui fontes, estacionamento, bancos, jardins, árvores e localizado em área pública. É o local onde a população costuma se reunir, principalmente nos dias de verão. Atualmente é o local no qual acontece o desfile cívico em comemoração ao aniversário da cidade.

Informações prestadas pela Assessoria de Imprensa da Prefeitura de Roseira.

Antonia Alves
Editora do Portal RM Vale

0 comentários:

Postar um comentário